Index

Data Evento: Hora Evento:
Data - 2019-09-10 hora -14.36

Braga acolhe Orquestra Sinfónica, na noite deste domingo, em pleno centro histórico

Depois do arranque em Lisboa, e da passagem por S. Pedro do Sul, Évora e dos tradicionais concertos na Avenida dos Aliados, no Porto, Braga acolhe a Orquestra Sinfónica, na noite deste domingo, em pleno centro histórico, no cenário inspirador de um local icónico da cidade, o Largo do Município.

A bordo de uma orquestra sinfónica podemos lançar-nos à descoberta do mundo. É com um ciclo de concertos em forma de viagem que a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música chega a Braga para, prolongando a sua noite Branca até à noite de domingo, dar um concerto, com entrada gratuita, no qual obras-primas intemporais da criatividade humana, plenas de valor simbólico, música e património de mãos dadas servem de inspiração a viagens inesquecíveis que, tal como a música, contam também parte da história do mundo.

Com direcção do Maestro Baldur Brönnimann, esta promete ser numa noite bem animada, com a música de dança como principal convidada, a chegar sob as mais variadas formas e proveniências geográficas. Os instrumentos de percussão no Carnaval Romano de Berlioz remeterão para uma festa popular, enquanto Poncielli nos transporta para um baile elegante ao som de uma valsa. Do outro lado do oceano vem a música do famoso bandeonista que renovou o tango argentino, Astor Piazolla, e ainda a partitura de Mason Bates que funde a escrita orquestral inovadora com os ritmos da electrónica e do techno.

A música funde-se assim com o carácter único e insubstituível de monumentos e locais singulares que testemunham a passagem do tempo e nos transportam para lugares de sonho e fruição. Um ciclo de concertos imperdível em forma de viagem pelo Património português.

Sinfónica em Braga · 8 Set · 21h · Largo do Município · Entrada gratuita

Performance Last Grab to Falls First reajustada

Por razão de força maior relacionada com um dos elementos da performance Last to Grab Falls First, que leva à sua ausência no espetáculo, a atividade será reajustada, tendo agora demonstrações de solos pelos outros elementos do espetáculo. Os horários e o local, assim como as oficinas previstas, mantêm-se como constam no programa oficial da Noite Branca Braga 2019.

Agradecemos a sua compreensão.

Passeio de balão de ar quente adiado devido aos ventos fortes

Devido às condições atmosféricas desfavoráveis, causadas pelos ventos fortes que se fazem sentir, a Noite Branca lamenta informar que o passeio de balão de ar quente será adiado. A atividade será resposta, em dia e hora a anunciar, posteriormente à Noite Branca Braga.

A experiência de subida em balão de ar quente, que atingiria os 30 metros de altura e proporcionaria uma vista única sobre o centro histórico e as atividades da Noite Branca, é uma iniciativa conjunta do Município de Braga e Braga Parque.

Agradecemos a sua compreensão.

A Noite Branca de Braga está de volta

3 dias e 3 noites com mais de 100 eventos com entrada gratuita

De 6 a 8 de setembro – de sexta a domingo, no primeiro fim de semana completo de setembro – Braga apresenta o maior evento cultural de acesso gratuito do país, partilhado por mais de 500.000 participantes.

Aqui o convidamos a conhecer todos os momentos de programação pensados para si e que, com mais de uma centena de eventos, em 3 dias e 3 noites, transformam Braga na capital cultural do noroeste peninsular, sendo a cidade com a maior oferta gratuita de cultura e de animação a todos os públicos, ao mesmo tempo, aquando do regresso após as férias.

Braga despede-se desta forma feliz do verão, oferecendo-se como cidade cultural e festiva a toda a sua população e visitantes, mostrando a forma ampliada como concilia património e cosmopolitismo, cultura antiga com contemporaneidade, cultura dirigida ao grande público com cultura dirigida a segmentos e público bem identificados: música erudita, museologia, instalações e arte contemporâneas, música eletrónica e media arts.

PROGRAMA E MAPA

viaja com a TUB – Transportes Urbanos de Braga até à Noite Branca – Braga

Este fim-de-semana, deixa o teu automóvel em casa ou num dos parques gratuitos e viaja com a TUB – Transportes Urbanos de Braga até à Noite Branca – Braga e por apenas 1€ (ida e volta).

Tempo médio de espera de 5 minutos entre as 19:00 e as 05:00.

Condicionamentos à normal circulação de trânsito – Noite Branca – Braga

O Município de Braga informa que, por motivo da realização do evento ´Noite Branca Braga 2019´, que decorre nos dias 6, 7 e 8 de Setembro, estão previstos os seguintes condicionamentos de trânsito e de estacionamento conforme o exposto:

– É proibido o estacionamento automóvel na Praça Municipal e Rua de Santo António das 19H00 do dia 5 até às 23H59 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o trânsito e estacionamento automóvel no arruamento a nascente do edifício Municipal na Praça Municipal a partir das 19H00 do dia 2 e até às 23H59 do dia 9 de Setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel nos lugares existentes na baía de estacionamento entre a travessia pedonal em frente ao Colégio D. Pedro V e a travessia pedonal em frente ao Convento das Convertidas, na Avenida central, ficando os mesmos afetos às actividades a realizar, entre as 19H00 do dia 5 e as 23H59 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel na Rua D. Frei Caetano Brandão, desde a Praça Conselheiro Torres de Almeida até ao cruzamento com a Rua D. Afonso Henriques, bem como nos arruamentos Norte e Sul da Praça Municipal, entre o entroncamento destes com o arruamento a Nascente do Edifício Municipal e a Rua D. Frei Caetano Brandão, desde as 13H00 do dia 31 de Agosto até às 23H59 do dia 9 de Setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Avenida Visconde Nespereira das 19H00 do dia 7 até às 03H00 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel na Avenida Visconde Nespereira das 14H00 do dia 7 até às 03H00 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Praça Municipal e Rua de Santo António das 14H00 do dia 6 até às 23H59 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o trânsito e estacionamento automóvel na Rua D. Paio Mendes, Rua D. Afonso Henriques entre o Campo das Carvalheiras e a Rua D. Frei Caetano Brandão, Rua do Matadouro, Campo das Carvalheiras, Av. S. Miguel o Anjo e Rua Visconde de Pindela entre as 19H00 do dia 6 e as 05H00 do dia 7 de Setembro e entre as 19H00 do dia 7 e as 05H00 do dia 8 de Setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Avenida Central, entre o acesso ao túnel e o Banco de Portugal, e na Rua dos Chãos entre as 19H00 do dia 6 e as 06H00 do dia 7 de Setembro e entre as 19H00 do dia 7 e as 06H00 do dia 8 de Setembro. Nestes períodos é salvaguardado o acesso a moradores a partir da Rua dos Chãos, em sentido contrário ao habitualmente praticado e controlado pelas forças de segurança. Por motivo de segurança, e em caso de necessidade, pode ainda ser encerrada ao trânsito automóvel toda a Avenida Central, Rua de S. Gonçalo, Rua da Regueira e Rua do Sardoal, bem como no Largo de S. Paulo e Rua D. Gonçalo Pereira;

– É proibido o trânsito automóvel na Rua D. Frei Caetano Brandão, desde a Praça Conselheiro Torres de Almeida até ao cruzamento com a Rua D. Afonso Henriques, entre as 19H00 do dia 6 e as 05H00 do dia 7 de Setembro e entre as 19H00 do dia 7 e as 05H00 do dia 8 de Setembro;

– Entre as 20H00 do dia 6 e as 06H00 do dia 7 de Setembro e entre as 20H00 do dia 7 e as 06H00 do dia 8 de Setembro não serão permitidos acessos à Área Pedonal, sendo estes salvaguardados unicamente em situações de emergência.

«Praça de Táxis»

Em virtude das restrições de circulação automóvel que se irão observar, e por forma a garantir o seu normal funcionamento, é alterado provisoriamente o local de estacionamento de viaturas de transporte público de aluguer em veículos ligeiros de passageiros existente na Avenida Central.

Assim, e entre os dias 6 de Agosto e 8 de Setembro, ficará a praça de táxis localizada do lado Norte da Avenida Central, entre a Rua de S. Gonçalo e o número 95 da avenida (a poente da Rua de S. Gonçalo).

De 6 a 8 de setembro de comboio até Braga por 2€

Vamos ter serviços especiais após os concertos!

A partir do centro histórico, a Noite Branca desenvolve-se pelas ruas circundantes, criando um ambiente único e contagiante, que mobiliza os bracarenses e visitantes que enchem todas as praças e todas as ruas centrais da cidade.

Neste evento podem-se ouvir grandes concertos, ver instalações e performances inovadoras, visitar os museus de dia ou de noite, fazer uma das muitas atividades preparadas para toda a família (incluindo os mais pequenos) ou simplesmente deambular pelas ruas do centro histórico e deixar-se guiar pelas dezenas de eventos que vão animar o seu fim de semana.

Horários

Mais informações

Inscrições abertas para voluntariado Noite Branca Braga 2019

A oitava edição Noite Branca Braga chega chega a 6, 7 e 8 de setembro, e volta a apresentar um projeto de voluntariado, co-produzido pela Fundação Bracara Augusta e pela Câmara Municipal de Braga, com o intuito de promover e desenvolver competências transversais aos cidadãos bracarenses.

Este projeto visa promover a capacitação de cidadãos através da participação ativa, do contato com organizações que possam providenciar aprendizagens e intervenção participativa cívica na cidade de Braga.

Os voluntários habilitam-se a ganhar bilhetes para concertos no Theatro Circo e no gnration e podem ainda conhecer e falar com os artistas no programa da Noite Branca Braga 2019.

REGULAMENTO

As inscrições decorrem até 25 de agosto. Inscreva-se aqui.

Braga, Cidade Cultural

Uma cidade criativa da UNESCO e uma cidade cultural da Europa.

A Noite Branca de Braga proporciona um grande momento cultural de convívio da cidade consigo mesma, renovando anualmente os laços que sintonizam os seus munícipes com a sua cidade na sua diversidade de conteúdos (tradição, património, cultura, economia, qualidade de vida, contemporaneidade, atratibilidade turística) e de públicos (munícipes, estudantes, visitantes, jovens, famílias, seniores, turistas).

Através da sua Noite Branca, Braga reforça a percepção dos seus habitantes e visitantes como cidade cultural; a ligação da comunidade aos seus principais equipamentos culturais; bem como a visibilidade das suas associações culturais – isto ao mesmo temo que sinaliza, para todos os públicos, o caminho em curso de afirmação da cidade como cidade criativa da UNESCO (Media Arts) e como Cidade Europeia da Cultura (Braga Capital Cultural do Eixo Atlântico 2020 & Braga Cidade Candidata a Capital Europeia da Cultura 2027).